Folhas Secas

Lá raiá, raiá, raiá laiaraiá ra rá
Lá raiá, raiá, raiá laiaraiá ra rá

Quando piso em folhas secas
Caídas de uma mangueira
Penso na minha escola
E nos poetas de minha
Estação Primeira, não sei
Quantas vezes
Subi o morro cantando
Sempre o sol me queimando
E assim vou me acabando
Quando o tempo avisar
Qu’eu não posso mais cantar

Sei que vou sentir saudades
Ao lado do meu violão
Da minha mocidade